Fale besteira, não trabalhe

É comum os críticos de Bolsonaro reclamarem que ele deve parar de falar e fazer besteiras e comece a trabalhar. Nada disso: se ele trabalhasse estaríamos na pior. Falando besteiras ele faz o melhor pelo país, justamente porque não “trabalha” as idiotices que propaga. Ele afirmou, por exemplo, que o perigo do coronavírus está superestimado, que o bichinho não é tão letal e outras “gripes” mataram mais. Falando assim, ninguém o leva a sério, a não ser meia dúzia de fanáticos. Mas se ele “trabalhasse” aquilo que fala poderia demitir o ministro da Saúde e colocar um olavista no lugar. Então, culparia o marxismo cultural pela epidemia e tudo voltaria ao “normal”: jogos de futebol, manifestações contra o Congresso e o Supremo etc. – como consequência o vírus se espalharia. Portanto, melhor que prossiga falando besteiras. É o que ele sabe. Que não se disponha a trabalhar, pois desgraçaria o Brasil.